MENSAGEM DE ANO NOVO

31 de Dezembro de 2013
Thumbnail  2  1 473 1000

Portugal vive, como todos sabemos, um período de grandes dificuldades. Esta pequena parte do nosso País que é Gondomar não escapa à regra.

Aqui temos cada vez mais situações que exigem maior apoio social, e o desemprego bateu-nos à porta com força. Mas a esperança está mais viva do que nunca, temos a certeza de que é possível fazer diferente e mais. Temos a certeza de que Gondomar, a nossa terra, pode vir a ser uma referência de acontecimentos positivos, onde a vida quotidiana tenha mais qualidade.

O novo Executivo camarário está em funções há muito pouco tempo e este curto exercício não possibilitou, ainda, um conhecimento tão profundo e exaustivo quanto gostaríamos de toda a realidade (humana, social, económica e financeira) Gondomarense. Pela complexidade de execução de tudo aquilo a que nos propusemos e por querermos honrar todos os compromissos com que fomos sufragados pela população, por agora apenas são visíveis pequenas novas linhas de orientação política.

As limitações orçamentais impõem-nos restrições. Agora mais do que nunca. Mas essa realidade não será um álibi. Começámos pela emblemática promessa de descida do IMI. Outras medidas igualmente relevantes se seguirão, em 2014.

Gondomar vai ter de colocar uma pedra no passado recente. Os Gondomarenses terão de dar as mãos com um objetivo único: minorar as dificuldades dos munícipes, encontrar alternativas para os novos problemas, rentabilizar o património existente e valorizar o potencial de Gondomar.
É por isso que dirijo esta mensagem a todos os Gondomarenses. É uma mensagem de esperança e, ao mesmo tempo, um compromisso de honra. Em 2014, continuaremos totalmente empenhados para acudir com celeridade e com eficácia às necessidades sociais mais emergentes, apostados no rigor dos critérios usados na aplicação dos dinheiros públicos.

Daqui a um ano, gostaríamos que a vida dos Gondomarenses fosse melhor do que é hoje. Tudo faremos para que essa esperança seja uma realidade.

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C