O melhor ano de sempre para a lampreia do Douro

04 de Maio de 2017
Posto de pescado 1 473 1000

Na época de 2017 foram registadas cerca de 4200 lampreias no Posto de Registo e Controlo de Pescado de Valbom, na Ribeira de Abade, em Gondomar. Desde a primeira época, em 2015, os números obtidos pelo Posto de Registo mostram que a pesca no Douro, mesmo sendo sazonal, existe e deve ser respeitada como qualquer outra atividade, vindo a apresentar valores sempre crescentes.

Em 2017, de 1 de fevereiro a 30 de abril, foram registadas no Posto de Registo de Ribeira de Abade, em 56 dias de atividade (mais nove do que no ano anterior, no mesmo período de tempo), 4192 lampreias – o maior número de ciclóstomos ali registados desde a sua abertura – com um valor global de cerca de 40 mil euros.

Fevereiro, tal como nas duas épocas anteriores, registou os valores mais baixos nas três variáveis em conta: dias de atividade (14), número de embarcações (15) e de lampreias capturadas (632 unidades); ainda assim, foi o melhor fevereiro desde 2015. Estes valores justificam-se, principalmente, pela força das águas libertadas pela barragem de Crestuma-Lever, que reduziu o número de embarcações aptas. Em março, o Posto entrou em “velocidade de cruzeiro”, registando descargas diárias, duplicando as embarcações e triplicando as lampreias capturadas (1906). Em abril, o número de lampreias diminuiu muito ligeiramente, porém, registou-se uma subida no preço por quilograma.

O Posto de Registo e Controlo de Pescado de Valbom é fruto de uma parceria dos pescadores, Município de Gondomar, Docapesca e Vianapesca, não tendo sido registadas, pelas autoridades policiais e por mais um ano consecutivo, quaisquer ocorrências. Revela-se, pela terceira época seguida, uma atividade piscatória respeitável e em nítida ascenção.

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C