Ponte de Rio Tinto cortada ao trânsito a partir de 13 de agosto

10 de Agosto de 2018
Ponte 1 473 1000

No âmbito da empreitada do Intercetor do Rio Tinto a circulação na Rua Afonso de Albuquerque, junto à Ponte de Rio Tinto, será proibida a partir do dia 13 de agosto (segunda-feira), por um período máximo de cinco meses.

Dado o corte deste que é um dos principais eixos de ligação rodoviária entre o Porto e Gondomar (e que corresponde também à antiga Estrada Nacional 15), a Câmara de Gondomar e as Águas do Porto apelam a todos os automobilistas que utilizem os percursos alternativos disponíveis e que sigam as orientações das autoridades.

Essas alternativas, preparadas e devidamente sinalizadas, garantem a circulação de veículos particulares e de autocarros de transporte público:

No sentido São Roque da Lameira (Porto)/Calvário (Gondomar) há uma alternativa de circulação rodoviária através da Estrada da Circunvalação, Alameda de Azevedo, Rua do Pego Negro, Rua Areias, Rua Esteves e Rua do Meiral. No sentido inverso, percorra as mesmas vias, independentemente de outros trajetos possíveis.

Durante o período da intervenção serão reposicionadas algumas paragens de autocarro dos operadores STCP, Gondomarense e Valpi, garantindo-se o normal serviços a todos os utentes.

Proteção e valorização ambiental
A Câmara Municipal de Gondomar e as Águas do Porto estão a levar a cabo as obras do “Intercetor de Rio Tinto”, que consiste na execução de um emissário destinado a transportar os efluentes produzidos na ETAR do Rio Tinto (Gondomar) e na ETAR do Freixo (Porto) para o Rio Douro, garantindo a plena salubridade do efluente, bem como a proteção e a valorização ambiental de toda a envolvente.

Este é um investimento que traz o Rio Tinto de volta às origens, aproximando ainda mais Gondomar e o Porto, criando uma nova área verde sem fronteiras e devolvendo à comunidade um rio salubre, com espaços de lazer e de usufruto da natureza. Com esta empreitada, ficam protegidos e qualificados todos os territórios atravessados pelo Rio Tinto.

Não obstante o seu elevado potencial, este rio era, em 2017, o mais degradado, em termos ecológicos e químicos, da região hidrográfica do Norte. Em 2021 e após a conclusão da obra do Intercetor, o Rio Tinto atingirá o que tecnicamente se designa de Bom Estado Ecológico.

Consulte mais informação aqui.

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C