Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Conversa de Abril coloca a União Europeia sob fogo cruzado
publicado a 12 de abril de 2016

Críticas especialmente fortes à União Europeia (UE) e às suas políticas, nomeadamente a económica e a que tem vindo a ser desenvolvida em relação aos refugiados, ouviram-se, ontem à noite, na Casa Branca de Gramido, durante a segunda sessão das Conversas de Abril com que o Município de Gondomar assinala a passagem do 42.º aniversário da Revolução dos Cravos. Os protagonistas foram Marco Martins, Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, e Francisco Louçã, antigo coordenador nacional do Bloco de Esquerda.

Em ambiente descontraído, quase informal, e em sala lotada, Marco Martins destacou o “desajustamento das diretivas comunitárias face às realidades nacionais, nomeadamente Portugal”. Pelo seu lado, Louçã vincou: “António Costa está hoje em Atenas a quem a União Europeia diz que tem de cortar mais 20 ou 30% nas pensões já de si tão reduzidas: isto é uma tragédia”.

“Temos muito passado e pouca memória”, afirmou Francisco Louçã numa intervenção inicial dedicada o 25 de Abril, “a grande revolução social do século XX”. E depois de se verificar que hoje “a democracia não está perigo mas o regular funcionamento das instituições pode estar ameaçado”, como referiu Marco Martins, a conversa, orientada por Pedro Ferreira, jornalista do “Vivacidade”, prosseguiu por variadíssimas matérias, como a cada vez mais reduzida participação dos jovens na atividade política, a obrigatoriedade do voto, as assimetrias no seio da UE e na Europa, o papel de François Hollande e, até, o processo de destituição em curso da Presidente Dilma.

Questão central na vida política, embora apenas abordada na reta final do debate, continua a ser a da justiça, com críticas ácidas às sistemáticas fugas ao segredo profissional, com ilustrações feitas a partir de casos como o de José Sócrates ou o do BPN, para concluir, na voz de Francisco Louçã, que “o Correio da Manhã não pode ser o Supremo Tribunal de Justiça em Portugal”.

A próxima Conversa de Abril realiza-se na próxima segunda-feira, dia 18, às 21.30 horas, no Centro Cultural de Rio Tinto. Fernando Alvim é o convidado.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.