Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Estrelas de Silveirinhos: a aposta no “trabalho de proximidade com os mais idosos”
publicado a 30 de junho de 2015

A atuação do poder local deve imperar pelo estabelecimento de articulações e sinergias com as várias instituições e entidades localizadas no seu território, tendo uma função facilitadora e parceira no estabelecimento dessas parcerias.

Neste contexto, a Câmara Municipal de Gondomar, no sentido de erigir uma sólida e marcada parceria com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s), entende que os vínculos de proximidade se devem pautar pelo aprofundado conhecimento das dinâmicas das IPSS’s, suas motivações, constrangimentos, potencialidades e perspetivas futuras.

É neste contexto que a cada segunda-feira será publicada uma entrevista com os gestores/Presidentes de Direção das instituições sociais, com o intuito de se recolher informação relativa à perceção inerente às IPSS’s que dirigem.

JOÃO MARTINS (PRESIDENTE DIREÇÃO DA ASSOCIAÇÃO SOCIAL ESTRELAS DE SILVEIRINHOS)

No âmbito da área de atuação da instituição que dirige, quais as principais motivações para a intervenção social no Município de Gondomar?
A Associação Social Estrelas de Silveirinhos foi fundada em Outubro de 1968 por um grupo de amigos que sentiu a necessidade de criar um espaço onde a comunidade local pudesse conviver. Com o crescimento da população local, incrementado principalmente com a construção do Bairro Mineiro, surgiu uma população mais carenciada e necessitada. Esta nova realidade motivou a instituição, que alterou o seu objeto social e criou uma nova dinâmica, começando a intervir junto das famílias na área social.

Contextualizando a intervenção da vossa instituição a um nível concelhio e supraconcelhio, quais considera ser as principais potencialidades?
Inserida num meio muito carenciada e envolvida por uma pessoa necessitada, o trabalho social que a associação desenvolve, principalmente no trabalho de proximidade com os mais idosos, conjugado pelo conhecimento que temos do meio, dão-nos potencialidades acrescidas.

Na sua opinião existem constrangimentos à intervenção da vossa instituição? Se sim quais e a que níveis?
Sim. O mais visível e que de facto condiciona um pouco o normal desenvolvimento e reconhecimento da Associação é a sua localização e consequentemente as vias de acesso.

Perspetivando a intervenção e a atuação da instituição a médio e longo prazo, quais são os vossos principais projetos? De que forma pretendem dinamizá-los?
Manter a mesma qualidade nos serviços que prestamos e, havendo condições, o nosso grande sonho seria complementar todo o nosso serviço com a construção de um Lar. A sua implementação e dinamização dependerá da abertura de candidaturas.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.