Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Lançado programa metropolitano para renovar a Circunvalação
publicado a 17 de maro de 2015

Marco Martins, Presidente do Município de Gondomar, sublinhou, hoje à tarde, na apresentação do projeto de renovação da estrada da Circunvalação, que é necessário “andar com o processo para a frente”, manifestando-se satisfeito com o facto do trabalho em curso “reservar um canal para o Metro” que permita estabelecer a ligação Hospital de São João-Areosa-Parque Nascente.

O autarca pronunciou-se, na sede da Área Metropolitana do Porto (AMP), durante a apresentação do relatório de lançamento do “Programa Metropolitano para a Qualificação Urbana da Circunvalação”, uma via de 17 quilómetros que passa pelos concelhos do Porto, Maia, Matosinhos e Gondomar. Rui Moreira e Bragança Fernandes, presidentes das câmaras do Porto e Maia, e Joana Ferreira, Vereadora do Urbanismo de Matosinhos, marcaram igualmente presença na sessão de apresentação do programa.

O programa prevê a criação de uma Sala do Risco, com técnicos dos quatro municípios que terão, a partir de hoje, quatro meses para riscar o novo desenho da via que se quer “humanizada”, menos estrada e mais “avenida e boulevard”, explicou o arquiteto coordenador, e Vereador da Câmara Municipal do Porto, Correia Fernandes.

Para uma maior articulação de trabalhos naquela via, e para que o projeto ganhe uma dimensão metropolitana, Bragança Fernandes defendeu que “qualquer intervenção na Estrada da Circunvalação deve passar pela Sala do Risco para apreciação” e sugeriu mesmo que a Estradas de Portugal ouvisse o Conselho Metropolitano do Porto antes de qualquer operação.

Instalada na sede da AMP, a Sala do Risco da nova Circunvalação está mesmo “aberta e disponível” a receber o contributo de todas as entidades, organizações e munícipes interessados em participar no projeto, tendo mesmo criado um endereço de email para o efeito: circunvalacao@amp.pt.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.