Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Marco Martins preside ao Parque das Serras do Porto
publicado a 28 de novembro de 2018

“É hora de unir por uma causa, certos de que daqui a 20 ou 30 anos faremos todos parte da história deste Parque”. Foram estas as palavras com que Marco Martins, hoje empossado como Presidente do Conselho Executivo do Parques das Serras do Porto (PseP), se dirigiu aos presentes na Assembleia Geral desta associação de municípios, que decorreu no salão nobre da Câmara Municipal de Paredes.

O também Presidente da Câmara Municipal de Gondomar salientou que o projeto passou por três fases nos últimos três anos, sendo que depois do pensar e do planear é chegado o tempo de executar. É esse o desafio deste mandato, prometendo “bater à porta” dos que ainda não conhecem o parque e do próprio Governo para obtenção de apoios que o projeto merece.

José Manuel Ribeiro, anterior líder do Conselho Executivo e Presidente da Câmara Municipal de Valongo, partilhou o sentimento de dever cumprido, dirigindo um agradecimento especial a todos os técnicos municipais, parceiros e cidadãos que se envolveram no projeto. A rotatividade da presidência do parque é mais uma das características que fazem este projeto único, destacou o autarca valonguense.

Plano de Gestão
Esta sessão foi marcada pela aprovação do Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto, documento fundamental para o funcionamento, adoção de medidas e aplicação das ações no seu território. Depois de uma apresentação por parte da arquiteta paisagista Teresa Andresen, os membros da Assembleia Geral aprovaram por unanimidade o documento.

O plano de gestão agora aprovado é o culminar de um processo iniciado por um conjunto de estudos prévios, que determinaram seis relatórios setoriais (mineração, ocupação do solo e floresta, defesa da floresta contra incêndios, património natural, património cultural e história). Deu-se depois, entre fevereiro e junho, um amplo processo participativo, que englobou seis sessões e um evento de celebração de todo o processo, a 30 de junho: o Encontros com o Parque.

Paisagem Protegida Regional
Em março de 2017, o Parque das Serras do Porto foi classificado como Paisagem Protegida Regional. Desta forma, os cerca de seis mil hectares de zona verde dos concelhos de Gondomar, Paredes e Valongo passaram a não permitir o abandono, depósito ou vazamento de entulhos e sucatas, plantação de espécies de rápido crescimento ou espécies florestais exóticas a menos de 20 metros dos rios (Ferreira e Sousa) e a menos de 10 metros de outros cursos de água e nascentes, terrenos agrícolas, prédios urbanos e vias públicas de comunicação.

 

 

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.