Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Marco Martins sublinha forma como Cidade de Rio Tinto está a ser dignificada
publicado a 21 de junho de 2016

O Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, o Presidente da Assembleia Municipal e dois Vereadores marcaram presença, hoje à noite, na sessão solene comemorativa do 21.º aniversário da Cidade de Rio Tinto. “Lembro-me bem de, durante oitos, nem sequer um vereador se deslocar a Rio Tinto para esta cerimónia. E esta mudança mostra bem como Rio Tinto é, agora, tratada e dignificada ao nível do Concelho”, sublinhou Marco Martins num improviso durante a sessão em que foi atribuída a medalha de mérito da cidade aos Bombeiros Voluntários da Areosa-Rio Tinto.

“Em dois anos e meio, a Câmara investiu em arruamentos mais de 6 milhões de euros”, recordou o Presidente da Autarquia. “Apostamos na reabertura do Centro Cultural de Rio Tinto, hoje com um Espaço Cidadão. Mas mais relevante do que a obra e o investimento, como o Centro de Saúde de Baguim e o Parque Urbano de Rio Tinto, esta noite já aqui abordados, é a relação institucional que se estabelece, e o Nuno [Coelho] e o Nuno [Fonseca] sabem bem qual é a diferença que representa poderem pegar num telefone, a qualquer hora do dia e em qualquer dia da semana e poderem falar com qualquer um de nós para resolvermos problemas e para trabalharmos para as pessoas”, disse Marco Martins.

Antes, Aníbal Lira, Presidente da Assembleia Municipal de Gondomar, recordou o seu percurso político para evocar a criação da freguesia de Baguim do Monte e lamentar o reduzido investimento feito em Rio Tinto e em Baguim do Monte ao longo de quase duas décadas. “Mas o que realmente importa são as pessoas, as pessoas honestas, com criatividade e empenhadas naquilo que fazem. Por isso, vamos acreditar nestes jovens autarcas que já demonstraram querer fazer mais e melhor, e de uma forma diferente”, desafiou Aníbal Lira, estabelecendo um paralelo com a realidade nacional, com “os mais ricos a darem mais alguma coisa pelos mais pobres”.

Já Nuno Coelho, Presidente da Junta de Freguesia de Baguim do Monte, propôs-se fazer uma “breve reflexão” sobre o que ganharam os baguinenses e os riotintenses ao cabo de 21 anos como cidade. “O que temos de melhor são as pessoas e a aposta que foi feita na qualidade de vida desta população, que possui, a vários níveis, verdadeiros exemplos de âmbito nacional, no desporto, no comércio, na indústria e também ao nível da gestão e transparência autárquica”, afirmou.

Destaque, ainda, para Nuno Fonseca, Presidente da Junta de Freguesia de Rio Tinto, a quem coube, este ano, ser anfitrião da sessão solene comemorativa do 21.º aniversário da criação da Cidade de Rio Tinto. “Ser cidade não nos traz materialmente mais vantagens, mais financiamento, mais benefícios”, vincou Nuno Fonseca. “Ser cidade traz-nos dimensão, reconhecimento e, principalmente, justiça por aquilo que somos. Somos tratados como duas freguesias, mas juntas somos maiores do que 250 concelhos de Portugal”, disse o Presidente da Junta, que exortou o líder do Município a olhar para a Cidade de Rio Tinto como “a grande cidade do Concelho de Gondomar”.

Usaram ainda da palavra, ao longo da sessão solene, os Presidentes das duas Assembleias de Freguesia e representantes de todos os partidos ali presentes, PS, PSD, BE, CDS e CDU.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.