Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Município avança com 900 mil euros para o movimento associativo
publicado a 29 de julho de 2016

O Município de Gondomar e perto de três centenas de associações e coletividades assinaram, ontem à noite, protocolos, relativos ao ano em curso, no âmbito do Programa de Apoio ao Movimento Associativo de Gondomar. No total, a Autarquia vai avançar com praticamente 900 mil euros em subsídios, o que significa um reforço financeiro de 20% em relação ao montante do ano anterior. Os apoios financeiros darão entrada nas contas bancárias das associações a partir do dia 8 de agosto. “Este valor não é uma despesa, não é um gasto. É um investimento”, afirmou Marco Martins, Presidente da Câmara Municipal de Gondomar.

Numa breve intervenção, no Auditório Municipal de Gondomar, Marco Martins começou por se penitenciar por não ter cumprido na íntegra um desejo antigo das associações gondomarenses. “Dissemos em campanha eleitoral que queríamos antecipar o pagamento dos subsídios, mas falhámos. Falhámos por um mês. Peço desculpa, mas só queríamos dar este passo quando tivéssemos a certeza de que podíamos a pagar”, explicou o autarca numa cerimónia que contou com a presença de todo o Executivo e, ainda, do Presidente da Federação das Coletividades do Concelho de Gondomar, Manuel Pinto.

“As coletividades têm um papel muito importante para várias gerações, áreas de intervenção e na representação do Concelho”, considerou o Presidente da Câmara. “Na Área Metropolitana do Porto, na Região Norte e no País, toda a gente reconhece que em Gondomar há um grande movimento associativo. E esse movimento associativo são vocês”, disse Marco Martins dirigindo-se a um auditório repleto.

No entendimento do edil o reconhecimento público do trabalho desenvolvido em Gondomar pelo movimento associativo só é possível porque “em cada coletividade há atletas, treinadores, dançarinos, bailarinos, pais, técnicos e dirigentes, dirigentes que voluntariamente dão a cara, que abdicam da sua família, das suas vidas, dos seus amigos para, como carolas que são, darem o seu melhor pela sua associação, pela sua causa, por todos nós”. Daí que, anunciou Marco Martins, “em breve”, será “perpetuada na praça pública” uma homenagem dedicada ao dirigente associativo, “a todos vós”.

A concluir, e perspetivando o futuro, o Presidente da Câmara Municipal lançou um apelo às mais de duas centenas de munícipes presentes. “Em 2017 Gondomar é Cidade Europeia do Desporto (CED). Fomos à luta, fomos à guerra. Pela primeira vez, o País teve duas cidades a disputar o título de CED. E Gondomar, muito graças a vocês, conseguiu vencer. E acreditem que 2017 não será só desporto, será um ano transversal a toda a vida comunitária, à saúde, à educação, à cultura. É por isso que faço um apelo para que, todos juntos, possamos passar a imagem de uma grande cidade, um grande concelho que vai de Baguim do Monte até à Lomba e representa mais de 170 mil pessoas, 280 coletividades e gente boa”.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.