Câmara Municipal de Gondomar

Município reduz dívida em mais de 26 milhões de euros
publicado a 15 de Junho de 2020

A Câmara Municipal de Gondomar aprovou, hoje, em reunião realizada na Casa Branca de Gramido, em Valbom, o Relatório de Gestão e Conta de Gerência de 2019, com os votos favoráveis do Partido Socialista e do movimento Valentim Loureiro Coração de Ouro, a abstenção da coligação PPD-PSD/CDS-PP e o voto contra da CDU.

O documento é marcado pelos indicadores económico-financeiros positivos, onde se destaca o esforço de redução da dívida, que permitiu, fruto da concretização do acordo com a EDP, amortizar mais de 26 milhões de euros, atingindo, desta forma, a redução total, desde 2013, de 59 milhões de euros, o que permitiu a saída da Autarquia do endividamento excessivo.

Não obstante este esforço de rigor de gestão autárquica, o documento reflete, também, o forte investimento do Município nas áreas da requalificação de vias, na regeneração urbana, na requalificação do parque escolar e na construção de parques urbanos.

Na reunião, foram também aprovadas as propostas do executivo para a adjudicação da obra de conclusão da rede de saneamento da Foz do Sousa, no valor de 3,8 milhões de euros, que contou com o voto contra da coligação PPD-PSD/CDS-PP e a abstenção da CDU; para a abertura dos concursos públicos de reabilitação dos conjuntos habitacionais de Carreiros (Rio Tinto), do Monte (Valbom) e da Gandra (São Pedro da Cova), no valor total de 11 milhões de euros, que contou com a abstenção da coligação PPD-PSD/CDS-PP; e para a abertura dos concursos públicos de construção dos parques urbanos de Gondomar (S. Cosme) e Ribeira da Archeira, no valor total de 4,8 milhões de euros, que contou com o voto contra da coligação PPD-PSD/CDS-PP.

Foi ainda aprovada, por unanimidade, a assinatura do Contrato-Programa de Desenvolvimento Desportivo com o Clube Recreativo Ataense, que prevê o apoio à construção de um relvado sintético, no valor de 700 mil euros.