Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Ourindústria atinge a maioridade
publicado a 17 de maro de 2016

Na sua 18.ª edição, a Ourindústria abriu portas, esta noite, com um audaz conceito de espaço e luz completamente diferente do modelo de anos anteriores. Resultado: o Multiusos de Gondomar tornou-se ainda maior para receber a mais importante feira do País do setor dos metais preciosos, relojoaria e atividades conexas.

E ao atingir a maioridade, a Ourindústria prepara-se para ganhar um novo fôlego. É que, na sua intervenção, perante uma vasta plateia de expositores, convidados e representantes de variadas instituições, públicas e privadas, José Fernando Moreira, Vereador das Feiras, Mercados e Eventos Promocionais, assumiu o compromisso de aprofundar as relações existente entre o Município e os parceiros do CINDOR (Centro de Formação Profissional da Indústria da Ourivesaria e Relojoaria) e da AORP (Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal), através da criação de um grupo de trabalho que comece, no imediato, a preparar o certame de 2017.

“A Ourindústria não pode ser feita em três meses”, disse José Fernando Moreira, que não abdica do crescimento além-fronteiras do certame. “Por isso, temos reunião marcada já para o mês que vem”, concluiu.

A fechar a cerimónia de inauguração, que foi aberta com uma pequena atuação do grupo Roda Viva, da Associação Social Recreativa e Cultural Bem Fazer Vai Avante, o Vice-Presidente do Município enalteceu a “coragem dos expositores” representados na Ourindústria, “porque é preciso coragem para não deixar de marcar presença num momento como o que vivemos”. Para Luís Filipe de Araújo, Gondomar tem “uma riqueza que não se encontra em mais lado nenhum” feita, nas palavras de Pedro Fazenda, de “gente moça, de aspeto simples, sem sombra de arrogância”. “Não há melhor elogio”, sublinhou o autarca

Num discurso em que sintetizou os traços gerais dos gondomarenses e das suas tradições seculares, Luís Filipe de Araújo socorreu-se do historiador Camilo de Oliveira para, citando-o, enaltecer o valor do trabalho artístico exposto no Multiusos até domingo: “Os artistas de ourivesaria na minha terra não devem deixar definhar este famoso ramo da indústria, que tão brilhantemente tem afirmado as qualidades de persistência e o génio de inventiva peculiar dos gondomarenses”.

A Ourindústria está reservada a profissionais do setor entre as 10 e as 20 horas de sexta-feira e sábado. Às 21.30 horas de sábado o Multiusos abre portas para o público em geral assistir ao já habitual desfile de jóias, em que pontuará a modelo e atriz Luciana Abreu. Domingo, entre as 14 e as 20 horas, o público volta a poder observar de perto o que de melhor há em Portugal em matéria de ourivesaria, sendo que às 16 horas será apresentada a Rota da Filigrana.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.