Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Remoção de resíduos em S. Pedro da Cova começa dentro de “muitos poucos dias”
publicado a 15 de abril de 2014

O contrato para a remoção das 88 mil toneladas de resíduos perigosos em S. Pedro da Cova foi hoje assinado, tendo o Ministro do Ambiente garantido que “no prazo de muito poucos dias” os trabalhos vão arrancar.

O contrato assinado entre o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte e a empresa Ecodeal prevê um investimento de 13 milhões de euros, trabalhos que, segundo o ministro, demorarão cerca de nove meses, com “70 a 80 camiões por dia” a retirar as 88 mil toneladas de resíduos industriais perigosos, depositados nas escombreiras das antigas minas de S. Pedro da Cova entre maio de 2001 e março de 2002.

Questionado sobre a data de início desta operação, Jorge Moreira da Silva disse que a indicação de que dispõe “é que no prazo de muito poucos dias” isso irá acontecer, explicando que “logo que um contrato como este é assinado a obtenção do visto do Tribunal de Contas costuma ser bastante célere”.

“Penso que este é um processo em que o mais difícil já passou. Eu sei que a população estava – e de uma forma muito justificada – impaciente com a resolução deste problema”, acrescentou.

Para Marco Martins, presidente da Autarquia, “a tomada de posição pública por parte da Câmara foi decisiva para este desfecho. Agora há que aguardar pela remoção dos resíduos para, em função da morfologia do terreno, se projetar a recuperação daquela zona”.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.