Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Rui Rio insiste na “reforma consensualizada da justiça”
publicado a 14 de abril de 2015

Para já "há muita poeira no ar" e "muita conversa" sobre possíveis candidatos a Belém. E, por isso, não se pronuncia. Foi assim Rui Rio, ontem à noite, no auditório do Hospital-Escola Fernando Pessoa, em Gondomar, durante a segunda sessão das "Conversas de Abril" com que a Câmara Municipal de Gondomar assinala o 41.º aniversário do 25 de abril de 1974.

Crítico do atual sistema político, o anterior Presidente do Município do Porto foi claro ao dizer que "isto esgotou", sendo que o "isto" é "a forma exatamente igual como se trabalha hoje e há 41 anos", sem ter em conta que "tudo mudou".

Num debate que contou com a participação do Presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Marco Martins, sob moderação de Domingos de Andrade, Diretor Executivo do "Jornal de Notícias", Rui Rio insistiu numa antiga ideia sua que aponta para a necessidade de uma "reforma consensualizada da justiça" e defendeu, ainda, a necessidade de se "colocar a tutela política, os centros de decisão, mais próxima das pessoas".

Por outro lado, disse Rui Rio, "só há democracia com liberdade de imprensa, mas a liberdade de imprensa não deve ser usada na perseguição e para denegrir as pessoas" como tem sucedido ao longo dos últimos anos.

O próximo colóquio das "Conversas de Abril" acontecerá, no próximo dia 20, com Fernando Gomes, ex-Presidente da Câmara Municipal do Porto.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.