Câmara Municipal de Gondomar

Ricardo Mestre segurou em Gondomar a vitória no Grande Prémio JN
publicado a 10 de junho de 2019

Ricardo Mestre (W52-FC Porto) segurou a camisola amarela nos 187 quilómetros da sexta e última etapa do Grande Prémio de Ciclismo JN, que terminou frente ao Multiusos de Gondomar com uma apreciável moldura de entusiastas. Na etapa, o triunfo foi para Joni Brandão (Efapel), o terceiro consecutivo, mas os oito segundos que recuperou ao líder da prova não foram suficientes para se apossar do primeiro lugar. Por equipas, a W52-FC Porto não deixou créditos para terceiros e respondeu da melhor forma à presença de Jorge Nuno Pinto da Costa, Presidente do FC Porto, na caravana.

Tal como se previa, a etapa foi muito animada desde o início, apesar do domínio claro da W52-FC Porto. Foi por isso que a fuga mais relevante e que somou quase três minutos de vantagem apenas aconteceu no último terço da prova. Com a aproximação à Barragem de Crestuma/Lever, António Gómez (Rádio Popular-Boavista), Tiago Machado e Álvaro Trueba (Sporting-Tavira), Jesús del Pino e Filipe Cardoso (Vito-Feirense-PNB) a W52 voltou a esbater as diferenças e o pelotão, partido em vários grupos, foi encabeçado por 16 corredores, incluindo Ricardo Mestre e Joni Brandão.

Foi na zona da Casa Branca de Gramido que Joni Brandão lançou a sua última cartada, trepando para mais um triunfo na etapa, ganhando seis segundos a António Gomez e oito a Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista) e a Ricardo Mestre.

Joni Brandão venceu ainda as camisolas dos pontos e das metas volantes, Bruno Silva (Efapel) a dos trepadores e Rafael Lourenço (UD Oliveirense/InOutBuild) a da Juventude.