Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Faleceu Paulo Ferreira
publicado a 19 de abril de 2018

Paulo Ferreira, antigo atleta gondomarense, ciclista, apaixonado pela modalidade, faleceu hoje, após doença prolongada, aos 47 anos de idade. O corpo encontra-se em câmara ardente em Gondomar (S. Cosme) e o funeral realiza-se no próximo sábado, dia 21, às 10 horas, no cemitério local.

Paulo Ferreira nasceu a 3 de setembro de 1970, em Gondomar, onde cedo se estreou no ciclismo. Inicialmente de forma amadora, “corria por gosto” incentivado por amigos, vizinhos e pelo seu próprio irmão, até a sua oportunidade surgir, quando conheceu Império dos Santos e se inscreveu no Centro de Ciclismo de Gondomar.

Nesta equipa gondomarense teve a oportunidade de demonstrar o seu valor sobre duas rodas, o que o levou a pedalar pela Tensai, Boavista e Sicasal, levando-o a mais vitórias e à internacionalização, como ciclista e atleta vencedor.

Em setembro de 2005 recebeu a Medalha de Mérito Desportivo da Câmara Municipal de Gondomar e, em abril de 2017, foi alvo de uma homenagem pública por parte do Município de Gondomar, com a atribuição do seu nome a uma rotunda à saída do IC 29, junto aos Carregais, em S. Cosme Na mesma altura foi colocada no centro da Rotunda Ciclista Paulo Ferreira uma estátua em forma de uma bicicleta de ciclismo, inspirada na que o próprio usava. Segundo o artista que concebeu a estátua, Fernando Lage, esta obra de cerca de 200 quilogramas demorou algumas semanas a ficar concluída, sendo constituída na sua totalidade por bronze e ostentando o brasão do concelho.

Já muito abatido pela doença, a 23 de fevereiro último, Paulo Ferreira escreveu na sua página pessoal no Facebook, pela última vez, uma mensagem que podemos interpretar hoje como de despedida: “O meu estado de saúde é muito frágil, estou bastante triste comigo mesmo. Continuo a lutar contra esta maldita doença mas não vejo forma de ganhar esta batalha. Acreditem que queria ser otimista, mas não é possível, as dores e o sofrimento apoderaram-se de mim. Não sei o dia de amanhã, mas hoje deixo-vos um abraço fraterno, é um abraço, e beijinhos de coração. Sejam felizes e aproveitem a vida”.

À família enlutada, o Município de Gondomar apresenta as mais sentidas condolências.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.