Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

Joana Amaral Dias acredita num “outro 25 de abril”
publicado a 7 de abril de 2015

Joana Amaral Dias defendeu, ontem à noite, no arranque das "Conversas de Abril", ciclo de colóquios dedicado ao 25 de abril, na Casa Branca de Gramido, que “a política vergou-se à economia e ficou em genuflexão”. Essa atitude, sustentou, aprofundou o caminho da corrupção e consequente afastamento dos cidadãos da participação e da política.

Para a líder do grupo político “Agir”, que assume coligação com o Partido Trabalhista Português na perspetiva das próximas eleições legislativas, o Serviço Nacional de Saúde, a democratização do acesso ao ensino e a Segurança Social constituem três boas heranças do 25 de abril que importa defender, por oposição ao “lado negro” em curso que retira direitos aos cidadãos e lhes impõe uma austeridade sem limite.

“É por isso que eu penso que é necessário um outro 25 de abril, uma rutura que tem de ser construída, de que não o sei o nome, de um momento-chave na vida das pessoas que precisam de três coisas: a subordinação ao poder político, o fim da corrupção que grassa e a defesa do Estado social” – afirmou Joana Amaral Dias, durante um colóquio moderado pelo ex-jornalista Rogério Gomes.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.