Portal Institucional da Câmara Municipal de Gondomar

“Têm sido dias assustadores”
publicado a 11 de agosto de 2016

“Há uma semana tínhamos 37 hectares de área ardida. Hoje temos 1.431. E só foi possível ter este número reduzido porque o dispositivo tem sido incansável e inexcedível e a população também tem sido extraordinária com os bombeiros. Têm sido dias assustadores”. A afirmação é de Marco Martins, Presidente do Município de Gondomar, no final de uma reunião com a Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, que visitou o posto de comando montado no Goldpark, em Gondomar, concelho onde ao longo de sete dias lavraram vários incêndios - nomeadamente em Melres, São Pedro da Cova, Jovim, Valbom e Foz do Sousa.

"Temos de manter a vigilância devido ao vento forte. A prioridade é prevenir porque há bolsas muito preocupantes", salientou Marco Martins, enquanto a Ministra da Administração Interna falou em "evitar novas ignições" e aproveitou para deixar um apelo aos cidadãos para que evitem comportamentos de risco. “Acionar uma máquina rebarbadora pode fazer uma ignição e um incêndio de dimensões incontroláveis", exemplificou Constança Urbano de Sousa, que fez em Gondomar um ponto de situação sobre os meios aéreos pesados que estão no terreno.

A propósito da necessidade desses meios pesados, e um dia depois de ter lamentado que não tivessem chegado a Gondomar, Marco Martins referiu: "É verdade que precisávamos de mais meios aéreos pesados, mas também é verdade que todos os meios aéreos disponíveis estavam empenhados no território nacional".

O autarca, que é também presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do Porto, entidade que acionou às 00.15 horas de segunda-feira o Plano Distrital de Emergência (PDE), adiantou que será feita hoje uma reavaliação sobre se este plano deverá ou não manter-se. O PDE do Porto está ativo até às 20 horas e a prolongar-se, a decisão de por quanto tempo ficará acionado será feita após proposta do comandante distrital de Proteção Civil. "A decisão será tomada em função de como correr o dia e em função das previsões para amanhã e depois [sexta-feira e sábado]", indicou Marco Martins.

Quer o Presidente da Câmara, quer a Ministra sublinharam um "agradecimento" aos operacionais que estão no terreno a combater os fogos, enumerando as várias forças de segurança, tendo destacado também o "envolvimento solidário" da população.

Ao visitar este website, está a consentir a utilização de cookies.